Destak Policial

Jornal de divulgação de Notícias Policiais do Estado de São Paulo
Polícia Civil prende dois suspeitos por roubo a loja de rede de fast-food

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) divulgou na sexta-feira, dia 28/5, que prendeu durante a semana dois homens acusados de terem participado do assalto à lanchonete Burger King de Avaré, no último dia 12/5. Ainda há outros dois envolvidos, um deles ex-funcionário da empresa, que também devem ter a prisão decretada a qualquer momento.
A dupla foi transferida para uma unidade prisional da região, onde permanecerá sob a custódia policial até nova decisão do Judiciário. De acordo com o delegado Fabiano Ribeiro Ferreira da Silva, titular da DIG, um inquérito policial foi instaurado e deve ser concluído e encaminhado ao fórum de Avaré ainda hoje.
Também de acordo com a Polícia, os indivíduos serão indiciados pelos crimes de roubo circunstanciado e associação criminosa, uma vez que agiram em grupo, usaram de violência e com emprego de arma de fogo e mantiveram vítimas sob seu poder, restringindo a liberdade.
O CRIME – O crime ocorreu no dia 12/5, de madrugada. Segundo as investigações, pelo menos três indivíduos invadiram o local, anunciaram o assalto, trancaram funcionários em uma sala e subtraíram R$ 1.500,00. Também foram subtraídos dois tablets da lanchonete, além de quatro aparelhos de celular e dinheiro de funcionários. Dois telefones foram recuperados pela DIG.
A Polícia Civil teve acesso a imagens de câmeras de segurança da loja. Por meio delas é possível observar um homem com uma arma de fogo. Até o momento essa arma não foi encontrada e a DIG acredita que o objeto se trata, na verdade, de um simulacro. Também é possível ver o momento em que os ladrões levam o dinheiro do cofre e dos caixas.
Durante o assalto, os bandidos também levaram a motocicleta de um funcionário que estava no estacionamento. O veículo, porém, foi encontrado algum tempo depois, sem maiores avarias, em uma área desabitada próxima do local do crime. A investida ainda causou danos ao estabelecimento. Parte dos itens utilizados na preparação de alimentos foi destruída, assim como a central de monitoramento.
Ainda de acordo com a DIG, dois acusados possuem passagens por roubos praticados quando eram menores de idade. Outro integrante foi preso recentemente por tráfico de drogas e foi solto pela Justiça para responder em liberdade.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.